domingo, 11 de outubro de 2015

Marxismo Cultural Entrando nas Igrejas e as Duas "Verdades" (?!)



MARXISMO CULTURAL NAS IGREJAS E AS DUAS “VERDADES”.


Lula, sonhando em nos ferrar com o "marxismo"


Muito se falou nesse tema desde 2007, mais ou menos, quando já o PT começou a lançar sua ofensiva marxista com o nome de progressismo, na verdade é uma espécie de neo-socialismo. Após o fim da Ditadura Militar, houve certo descuido da Igreja brasileira em detectar o marxismo cultural sendo implantado nas escolas públicas brasileiras usando-se o método de Gramsci; essa geração esquerdopata/populista é fruto desse processo que começou bem antes do fim do Governo Militar, em 1973 já se lançava sutilmente os alicerces deste esquerdismo principalmente nas universidades, o que não foi só “privilégio” do Brasil, mas de muitos países latinos.



Vídeo onde eu falo sobre o marxismo na Igreja


Admiro-me dos que se opõem hoje aos desmandos do PT de Lula/Dilma, mas que apoiaram o governo petista antes, ingenuamente Pr. Silas Malafaia apoiou Lula uma vez e Marco Feliciano apoiou Dilma e o PSC ainda apóia o Governo Dilma, pois o partido não tem força para expulsar os simpatizantes do governo Dilma e seus métodos de governar.


O maior apoio evangélico que Lula/Dilma receberam foi do Bp. Edir Macedo líder da IURD, dono da Record e da Record News, foi para manter a Record funcionando e conseguir criar a Record News que E. Macedo apoiou maciçamente o governo Petista. Então foram e são os evangélicos ingênuos que mantém o PT no governo.




Abaixo transcrevo Julio Severo comentando sobre a Teologia da Missão Integral, a versão evangélica da Teologia da Libertação(de origem católica).

A obra “The Popular Encyclopedia of Apologetics” (Enciclopédia Popular de Apologética) de Ed Hindson, publicada pela Harvest House Publishers, diz: “O marxismo, em qualquer de suas formas, é completamente antiético à cosmovisão cristã.” Em outro ponto, essa enciclopédia indica que o marxismo é “uma fé secular com uma visão de salvação social.” Infelizmente, a Teologia Sistemática Pentecostal não trata da questão marxista, deixando assim as igrejas pentecostais vulneráveis à influência da TMI. Aliás, deixa assembleianos como Gutierres sem uma visão clara da natureza marxista da TMI. (extraído do Blog Julio Severo). Esse comentário do apologista Julio Severo demonstra o perigo do marxismo travestido de evangélico que ocorre entre pentecostais principalmente entre assembleianos. lamentável isto. 


OUTRA OBSERVAÇÃO:
"A Teologia da Missão Integral é uma variante protestante da Teologia da Libertação"! Essa afirmação não é minha, mas de um dos principais teólogos da TMI (Teologia da Missão Integral). A TMI é uma pretensa renovação missionária protestante na América Latina, baseada na perspectiva do diálogo entre o marxismo e a Igreja de Cristo, na necessidade de ampliar a tarefa missionária com ações sociais e preocupação com as condições de vida do evangelizado; porém, não a partir das Escrituras, como deveria ser, mas de pressupostos marxistas como classes sociais, luta de classes, estatismo e consciência crítica. Os fundamentos da TMI e da TL são os mesmos: transformar o evangelizado em um potencial soldado das transformações sociais. (texto de Davi Peixoto)


Kit Gay, ideologia de gênero, aborto, etc., são bandeiras do PT e dos partidos de esquerda, tipo PC do B, PSOL, PSTU, PSB e tantos outros. A Rede Sustentabilidade de Marina é um partido de esquerda que defende as mesmas bandeiras, então Marina Silva é uma crente comunista. Esse comentário do apologista Julio Severo demonstra o perigo do marxismo travestido de evangélico que ocorre entre pentecostais principalmente entre assemblaianos. 


Durante todos esses anos nos ensinaram a separar crença particular da postura pública, esse dualismo criou uma confusão e foi um processo que criou o crente marxista, não tendo vagas em partidos de centro e de direita, muitos cristãos ingênuos se filiaram no PT, PC do B, PSB, etc., e saíram candidatos a cargos eletivos públicos, e na mente destes cristãos, a ideologia do partido nada tem a ver com suas convicções religiosas – o Dualismo que caracterizam os nossos dias.  

Está lá o irmão Joãozinho filiado a um partido que defende o aborto, a ideologia de gênero, o ateísmo, etc., e o ingênuo pastor pedindo votos para o candidato ingênuo da Igreja. Bem, provavelmente que o pastor do Joãozinho tem a mente Dualizada também. Perde-se ai a “Cosmovisão Cristã” em perceber que o Cristianismo é a única verdade, não há outra verdade. Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida” João 14: 6. Agora imagine o irmão concordando com as idéias e princípios de Marx nas reuniões do partido esquerdista, num dualismo terrível, ele destrói toda a matéria de Fé que recebe na Igreja.


A Bíblia diz que a única coisa que destrói o povo de Deus é a falta de “Conhecimento”, o marxismo político e cultural tem que ser visto como uma seita religiosa, pois é o que é; muitos cristãos sem o perceber estão vivendo um Sincretismo Religioso, não é a toa que estejam passando por tantos problemas em suas famílias e trabalho, confusos vivem por conta da ignorância em que foram empurrados até pelos próprios líderes que se vendem a qualquer agremiação política quando chegam às eleições.


Eu vejo algo muito pior quando observo a Rede Sustentabilidade, recheada de neo-comunistas, novaerenses, etc., e o pior cheio de evangélicos comunas, mas como?!, Como pode haver a união entre Marx e Cristo?, Não pode; pois são opostos e bem opostos.  Não existe uma posição espiritual independente da posição política, não existem duas verdades.


Eu recomendo que pastores passem vídeos em suas igrejas que contam a verdadeira história comunista desde Lênin, Stálin até Fidel e Hugo Chávez; Chávez, por exemplo, em um vídeo amaldiçoa Israel e em outro chama Jesus de mentiroso, é só ver no YouTube. Os cristãos estão precisando receber aulas de história e de política.  

E o pior é que voce não pode falar de política nos púlpitos, falamos do alcoolismo, da prostituição, mas evitamos falar da corrupção política por que somos mal interpretados. Creio que o púlpito não é lugar de se fazer política a um candidato, ou em defender um candidato específico; mas o púlpito é lugar de se falar a verdade, de se mostrar a verdade, dá pra separar a questão de “campanha partidária” da questão de se mostrar o “perigo ideológico” da posição partidária escolhida ou questionada na Igreja. Jesus vem buscar uma Noiva Pura.

Quem se candidatar ou candidatar um membro de sua Igreja, procure um partido de ideologia compatível ou que seja o mais compatível possível com nossas posições religiosas e princípios espirituais.   


Temos que tomar uma atitude por conta da IGREJA e da SOCIEDADE, afinal, nós somos ou não somos Luz do Mundo e Sal da Terra (Mateus - 5: 13, 14) .



Pr. Pedro Paulo Barbosa



2 comentários:

  1. Ao passar pela net afim de encontrar novos amigos e divulgar o meu blog, me deparei com o seu que muito admiro e lhe dou os parabéns, pois é daqueles blogs que gostaria que fizesse parte de meus amigos virtuais.
    Pois se desejar visite o Peregrino E Servo. Leia alguma coisa e se gostar siga, Saiba porém que sempre vou retribuir seguindo também o seu blog.
    Minhas cordiais saudações, e um obrigado.
    António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Antonio Batalha,

    Que bom, saudações irmão, e obrigado por isto,

    Paz,

    ResponderExcluir